81 3132-1450 | 9.9188-6454 | contato@maximosms.com.br
Máximos SMSMáximos SMS
Lançamento do guia de prevenção de acidentes em espaços confinados - Máximos SMS

by assessoria

Aconteceu no último dia 03 de maio do ano corrente, no CEMEC – Centro Municipal de Educação e Cultura o lançamento do Guia de prevenção de acidentes em espaços confinados – poços e cisternas, em memoria aos 4 trabalhadores (Evandro Alves Truta (43 anos), Lucas Lima Rolim (28 anos), Rodrigo Lima Rolim (27 anos) e José Itamar (de 42 anos) vítimas de acidente fatal na execução da limpeza de um poço artesiano no Sitio Riacho Fundo na zona rural de Barra de São Miguel no interior da Paraíba em 12 de janeiro de 2017.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O GUIA GRATUITAMENTE.

O evento contou com representantes de vários órgãos envolvidos com a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (PNST), dentre eles: MPT – Ministério Público do Trabalho, Ministério do Trabalho na Paraíba, Fundacentro, CEREST –  Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador  Estadual, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Associação dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Estado da Paraíba, APEAMB – Associação Paraibana dos Engenheiros Ambientais, Guaraves Alimentos, IPC – Instituto de Polícia Cientifica da Paraíba, AEST-PB –  Associação de Engenheiros de Segurança do Trabalho da Paraíba, CPRCGR – Comitê Permanente Regional da Construção Civil de Campina Grande e Região,  CPR-PB – Comitê Permanente Regional Sobre Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção da Paraíba, Máximo SMS, Trajano’s Engenharia e Secretaria Municipal de Saúde.

VEJA MAIS: CONFIRA O VÍDEO QUE FOI AO AR NO G1 (JPBTV) SOBRE O ACIDENTE.

Grupo de trabalho formado por Alex Andrade, Augusto Santos, Cristina Medeiros, Daniel Pedro, Hélio Lopes, Ronilton Trajano, Raimunda Almeida e Robson Felix. Os autores da publicação pretendem divulga-la no sertão nordestino e em todo Brasil junto aos trabalhadores envolvidos nessa atividade, considerada de elevado risco.

A conclusão técnica pericial do laudo, afirma que “Os parâmetros demonstram que havia uma atividade bacteriana produzindo a decomposição da matéria orgânica e gerando a produção de gases como metano e o dióxido de carbono que foi responsável pela expulsão do oxigênio do espaço confinado. No poço, onde encontravam-se as vítimas fazendo limpeza, os peritos encontraram cerca de 3,4% de oxigênio no local, onde limite mínimo é de 19,5%. Esse fator causou asfixia nas vítimas.”

Familiares das vítimas da tragédia receberam placas de homenagem póstuma, momento emocionante de grande simbolismo e comoção de todos os presentes, que também foi abrilhantado com o Hino Nacional brasileiro tocado pela Centenária Filarmônica de Barra de São Miguel, vice campeã brasileira em 2006, campeã estadual em 2007. 

assessoria
About assessoria
Abrir conversa
Olá, precisa de ajuda??
Lançamento do guia de prevenção de acidentes em espaços confinados - Máximos SMS
Lançamento do guia de prevenção de acidentes em espaços confinados